Edição: 11967 Data: 23/03/2017

Variedades - Recordar é Viver

Recordar é Viver (Wanderley "Tico" Cassolla)

18/03/2017

EDSON MARQUES RECEBE HOMENAGEM EM TABOÃO DA SERRA 

Na semana passada falamos da homenagem que o Noroeste, de Bauru, prestou ao ex-goleiro Chiquinho, um dos únicos a defender um pênalti cobrado por Pelé, e grande defensor do Garça, nos anos 70.
Pois bem, descobrimos que um outro garcense, o esportista Edson Luiz Antônio Marques, também recebeu outra linda homenagem, ganhando a medalha “19 de Fevereiro”, na cidade de Taboão da Serra (SP), onde está residindo, outorgada a personalidades que tenham reconhecidamente, prestado serviços em prol da comunidade. São pessoas que, apesar de não terem nascido em nossa cidade, tem Garça no coração, fazem de tudo para divulgar o nome da “Sentinela do Planalto”, por isto a coluna registra com enorme satisfação estas conquistas.
O palmeiremse Edson Marques tem como hobby o pedestrianismo. Nas corridas faz questão de participar trajando uma camisa com o nome de Garça em destaque (foto). Vale lembrar que os nomes “selecionados para tal honraria” são escolhidos pela sociedade local e levado a Câmara para apreciação e posterior aprovação (ou não) dos vereadores. E para nossa felicidade, o Edson Marques ficou entre os 26 com o seu nome aprovado por unanimidade. A indicação foi da vereadora e presidente da Câmara, Joice Silva (PTB) e também pela secretária de governo, Arlete Silva. Um dos motivos da indicação é o tempo que reside no Bairro Parque Assunção, há mais de 35 anos, onde é comerciante. Lá é uma pessoa de referência na região, e conhecido por “Edson de Garça”.
Despreocupadamente, faz um trabalho social elogiado por todos: os moradores locais comparecem em seu estabelecimento comercial para fazer reivindicações/reclamações diversas, como por exemplo, falta de água/luz, vazamento de água na rua, podas de árvores, limpezas, etc, que são levadas às respectivas repartições públicas para a solução do problema. Assim é o seu dia a dia, procurando ajudar o próximo a ter uma qualidade de vida melhor.
Segundo o Edson de Garça conseguir medalhas no esporte, depende só de você, do se esforço e dedicação, basta ter vontade que você chega lá. Mas quando a medalha é uma das maiores honrarias da cidade, e você escolhido, não é fácil não. Com certeza é o resultado de uma vida de 35 anos de muita luta, com alegrias e também tristezas, mas sempre procurando servir o próximo, sem interesse algum. Quanto ao prêmio, faz questão de ressaltar que recebeu com muita emoção, e vai levar pra sempre, pois estava ali representando uma cidade com cerca de 300 mil habitantes. O título foi entregue pela presidente da Câmara Joice Silva e o prefeito Fernando Fernandes, num salão com mais de mil convidados. Veja na foto, da esquerda para direita: Arlete Silva, secretária do governo e assistência social, a esposa Domitilia R. Marques, Fernando Fernandes, prefeito municipal, Edson de Garça e a vereadora e presidente da Câmara Joice Silva.
Edson de Garça: Apesar de não ter nascido em Garça (é natural de Bocaina), chegou por aqui ainda pequeno. Seu pai Iris Piffer Marques, era administrador da Fazenda Palmares, entre os anos 60/70. Estudou no ginásio “Hilmar Machado de Oliveira”, e na Escola Agrícola, onde se formou técnico agropecuário, no ano de 1978. No ano seguinte ingressou no Banco Bradesco em Taboão da Serra, trabalhando por 8 anos. Depois se estabeleceu comercialmente no varejo, onde permanece até os dias atuais, já pensando na aposentadoria. Sua mãe, a Sra. Antonia Caso Marques, continua residindo em Garça. É casado com Domitilia Augusta Ramos Marques e o casal tem três filhos: Vanessa, Nathália e Renam.