Garça,
Central do Assinante
Jornal Comarca de Garça

Postado em 02/12/2017 às 09:00

A HOMENAGEM DO POETA FAUSTINO AO WALDIR PERES

Dias atrás, andando pelas ruas da cidade, próximo à agência do INSS., mais precisamente na confluência da antiga Avenida Brasil (atual Av. Dr. Rafael Paes de Barros), com a Rua Paulista (hoje Rua Deputado Manoel Joaquim Fernandes), encontrei o palmeirense Faustino Fernandes Ranieri, o “poeta de Garça”, empurrando seu caminhão de mão. Nem bem me cumprimentou, e mandou uma rima. “Tico Cassolla, era bom de bola, o maior goleador. Mas o melhor de Garça, foi um goleiro. Sem nome Waldir Peres. Seu daqui, conquistou São Paulo, o Brasil e o mundo inteiro”.

Falei: “Faustino, você não é fraco não”. Ele, já emendou outra: “O poeta só fala a verdade, o nosso goleiro Waldir Peres, foi, é, e sempre será o melhor jogador de nossa cidade”. Só nos restou aplaudir o Faustino, uma pessoa simples, mas muito querida e admirada por todos. Para falar a verdade, acho que não tem ninguém que não gosta dele em Garça, né.

Aí ele me falou: “Tico, você sabia que eu fiz uma poesia para o Waldir Peres, quando ele faleceu?”. Se eu te mandar, você publica?  Respondi: “Já está publicado”.

Voltando um pouco mais no tempo, cerca de uns seis meses antes, eu estava na mesma esquina, junto com o Enéas e o Waldir Peres. Eis que surge, o poeta Faustino com seu carrinho. Primeiro me cumprimentou, depois o Enéas, e quando deu a mão para o goleirão, disse: “Posso te fazer uma pergunta?. O senhor não é goleiro Waldir Peres, do São Paulo e da Seleção Brasileira? “Ao sinal positivo, ele não se conteve de emoção, após um longo abraço. Em seguida fez algumas rimas, pegou o celular e registrou o encontro. E saiu dali feliz da vida, seguindo o seu caminho, com o carrinho da “Feirinha do Poeta”.

Finalmente, nesta semana, o poeta Faustino, nos enviou a sua poesia, em homenagem à memória do nosso eterno goleiro: 

Waldir Peres quando veio passear em nossa cidade

Até parece que ele veio dizer que iria deixar saudade

Com certeza ele deixou

E foi no dia 23-07-2017

O nosso Senhor se compromete

Ao seu lado este ídolo ele contratou

Hoje o Waldir Peres Arruda

Para outra cidade ele se muda

Para junto com Deus ele poder jogar

Mas onde ele estiver

Não importa que seja outro lugar qualquer

Deste ídolo nós sempre iremos lembrar

Até porque foi aqui em Garça que em 1951 ele nasceu

E no dia 23-07-2017 foi morar com Deus

Só não sabemos se cumpriu com a missão

Só uma coisa que temos certeza

É que ele deixou muita tristeza

No meu e no seu coração

Esta homenagem ao saudoso Waldir Peres

Foi tirada do coração meu

Que até a caneta chorou

Quando o nome dele escreveu

E a cidade ficou de luto

Por esse filho que Garça perdeu


Leia Também

Última oportunidade:  Prefis termina na sexta-feira, dia 22
Garça registra aumento  em índice de participação
Semana de 16 a 22 de dezembro de 1977
Policial garcense recebe Medalha Tiradentes na Câmara de São Paulo
Home Geral - Policial - Região - Garça - Esportes - Editorial - Variedades - Social
Home - Contato
Jornal Comarca de Garça
Praça Pedro de Toledo, 235, Garça - SP
Fone/Fax (14) 3471-0782
Quem Somos | Edição Impressa | Assine | Contato
Desenvolvido por StrikeOn