Garça,
Central do Assinante
Jornal Comarca de Garça

Postado em 11/01/2018 às 09:00

Coluna Carros e Carros

Ao invés de promoções, aumento de preços. Vamos a alguns deles: “O FIAT ARGO discretamente aumenta de preços e pula de R$ 46.800 para R$ 47.790. Um aumento de R$ 990 na versão de entrada Drive 1.0. Além disso, todas as versões ficaram mais caras, sendo que a HGT 1.8 automática agora custa R$ 71.390 ante R$ 70.600, uma diferença de R$ 790. Na versão Drive, que ainda conta com motor 1.3 e transmissão manual ou automatizada GSR, parte agora de R$ 54.990 e R$ 59.990, respectivamente, ficando assim R$ 1.090 mais caras. Já a versão Precision 1.8 manual e automática, passou a custar R$ 490 a mais, partindo de R$ 62.290 e R$ 68.290. No caso da HGT, as duas opções ficaram R$ 690 e R$ 790 mais caras, respectivamente manual e automática, passando para R$ 65.290 e R$ 71.390.”

Sétimo mais vendido entre os automóveis no mês de dezembro, o Fiat Argo vendeu 5.590 unidades, acumulando 27.925 exemplares no ano, o que lhe deu a 22ª posição no ranking nacional dos carros de passeio. Sob ameaça de uma disputa direta com o Volkswagen Polo em 2018, o hatch da Fiat atua na mesma faixa de preço do concorrente que chegou mais recentemente e que já se aproxima. Feito sobre uma nova plataforma, o Fiat Argo tem como missão substituir Palio, Punto e ainda preencher parte da lacuna deixada pelo Bravo. Essa carga de trabalho extra é atendida por sete versões, que utilizam três motores diferentes.” Fonte: Notícias Automotivas

“Além dos compactos Onix e Prisma, dos médios Cruze sedã e CRUZE SPORT6 e também do utilitário-esportivo médio Equinox, outros cinco automóveis da Chevrolet estão sendo ofertados com preços mais altos no mercado brasileiro. A lista inclui o Cobalt, Spin, Tracker, Montana e S10, que receberam reajustes que variam de R$ 1 mil a expressivos R$ 3,6 mil. No caso do Chevrolet Cobalt, houve aumento de preços de R$ 1,3 mil e R$ 1,4 mil para duas das três versões disponíveis. Já na gama do Chevrolet Spin, somente a versão Advantage 1.8 AT se safou da nova tabela, sendo que as demais estão mais caras entre R$ 1.150 e R$ 2 mil. O Chevrolet Tracker, por sua vez, teve reajuste de R$ 1,7 mil a R$ 2 mil e agora beira os R$ 102 mil.”
“Entre as picapes, a Chevrolet MONTANA, mesmo sendo o modelo com projeto mais antigo da linha da marca, já beira absurdos R$ 60 mil. Por último, a Chevrolet S10 também recebeu reajustes bastante elevados, de pelo menos R$ 2,1 mil. Agora a versão topo de linha 100 Years chega a R$ 191.190, se posicionando como uma das picapes médias mais caras da categoria.”

O festival de preços mais altos continua em 2018. Agora a Ford aumentou os preços dos compactos Ka e Ka Sedan. O hatch de entrada pulou de R$ 44.030 para R$ 44.280, um aumento de R$ 250. As demais versões ganharam acréscimo nos preços variando de R$ 190 a R$ 290. A versão mais cara do hatch agora custa R$ 56.780.

Já o FORD KA SEDAN – ex-Ka+ – também ficou mais caro. Agora o sedã compacto da Ford pula de R$ 48.040 para R$ 48.650. Aqui, o aumento é bem maior: R$ 610. As demais versões do modelo ganharam aumentos que variam de R$ 400 a R$ 600, tendo a versão SEL 1.5 alcançado R$ 61.190. As versões Tecno 1.0 e Advanced 1.5, respetivamente hatch e sedã, também subiram.

Leia Também

Homem morre ao ter carro atingido por motorista que tentou desviar de buraco em rodovia em  Alvinlândia
Adolescente é apreendido com drogas no Takeo Toyota em Garça
Coluna Carros e Carros
PEDESTRIANISMO  Na primeira prova do ano, garcenses conquistam bons resultados em Ourinhos
Home Geral - Policial - Região - Garça - Esportes - Editorial - Variedades - Social
Home - Contato
Jornal Comarca de Garça
Praça Pedro de Toledo, 235, Garça - SP
Fone/Fax (14) 3471-0782
Quem Somos | Edição Impressa | Assine | Contato
Desenvolvido por StrikeOn