Garça,
Central do Assinante
Jornal Comarca de Garça

Postado em 09/02/2018 às 09:00

Ofertas de vagas para internação no Hospital São Lucas são questionadas

O vereador Pedro Santos (PSB) levou para a Casa de Leis um problema vivido em relação à internação no Hospital São Lucas. Sob a alegação de falta de leitos, um paciente estava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) a espera de um quarto com oxigênio.

“Um munícipe me ligou que estava com problema com parente. Logo que recebi a ligação e que ele falou sobre vagas, já coloquei a dificuldade em conseguir vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Falei que as vagas demoram em sair pelo sistema CROSS e que muitas vezes a espera é de 3 a 5 dias. Sempre deixo todos cientes dessa dificuldade, mas para minha surpresa o que o munícipe disse foi que a avó dele só precisava de um quarto no Hospital São Lucas que tivesse oxigênio”, falou Santos.

Segundo ele, na UPA havia 4 pessoas em sistema de ‘semi-internação’ e o fato curioso é que um dia antes havia ido ao Hospital São Lucas, em razão de outros questionamentos, e de fato tinha vaga nos quartos.

De repente, segundo suas palavras, as vagas sumiram.

“Eu tinha ido ao hospital um dia antes e durante o tempo em que lá estive olhei os quartos, andei nas dependências da instituição. A enfermeira Renata num primeiro momento não pode me atender, mas eu disse que não estava fazendo nada e ficaria. Cerca de cinco minutos depois ela me atendeu. Fomos para o hospital. O doutor Armando me disse que eram 80 leitos. A Renata disse que tinha 16. Lá me deram um monte de desculpas. Disseram que os quartos não poderiam ser utilizados, que tinham que ficar 3 dias sem atendimento, entre outras coisas. Só se tivesse tido um surto para ocupar todos os quartos, pois um dia antes estavam vazios”, falou o vereador, comentando que a enfermeira Renata Ribeiro Branco, responsável pela UPA e membro da equipe de intervenção do Hospital São Lucas, chegou a falar sobre guardar leitos para atendimento de particulares. 

“Acho que tudo tem que vir às claras, pois essa intervenção está cara para o município”, voltou a dizer ele, que apresentou requerimento questionando quantos leitos estão disponíveis, quantos são para atendimento do SUS (Sistema Único de Saúde), quantos são para atendimento particular e qual a distribuição desses leitos por especialidade (Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediátrica, etc.). 

O vereador Reginaldo Parente (PTB) afirmou também ter tido problemas em relação ao hospital, embora não tenha deixado claro quais foram as intercorrências, salientou que ainda vai resolver a questão.

No final, segundo Santos, todos os que estavam na UPA, num esquema de semi-internação conseguiram um quarto no hospital.

“Tudo tem que ser trazido à tona para sabermos o que acontece. Lá chegaram a me dizer que não gostam de mim”, falou o edil.

Segundo Rafael Frabetti (DEM) ele sempre foi bem tratado pela enfermeira Renata Branco e se faz necessário avaliar de que forma algumas cobranças são feitas.

“Nossa função não é brigar, é fazer uma ponte entre a população e o poder público. Pode ser que da forma como disse, como chegou eles podem interpretar mal. Não estou dizendo que foi isso, mas pode acontecer”, defendeu Frabetti.

“Eu acho que esse requerimento vem em boa hora. Era uma reclamação do pessoal da UPA em relação ao hospital. Intervenção veio para sanar esse problema também e as informações pedidas fazem sentido. Apoio o requerimento e vou ficar atento nessa questão”, disse Paulo André, depois de explanar sobre alguns procedimentos realizados no hospital.

Um munícipe que acompanhava a sessão chegou a comentar que há três meses passou situação semelhante com seu pai vindo a óbito nas dependências da UPA, enquanto aguardava uma vaga no hospital.

Leia Também

IPTU 2018: Prefeitura simplifica a impressão dos boletos, criando atalho na internet
Vereador questiona aparelho de RX quebrado há seis meses
FUTEBOL RURAL - Dinamérica quebra a invencibilidade da Figueirinha
Sessão na Câmara lança hoje Campanha da Fraternidade 2018
Home Geral - Policial - Região - Garça - Esportes - Editorial - Variedades - Social
Home - Contato
Jornal Comarca de Garça
Praça Pedro de Toledo, 235, Garça - SP
Fone/Fax (14) 3471-0782
Quem Somos | Edição Impressa | Assine | Contato
Desenvolvido por StrikeOn